Notícias

Deputado Motta prestigia lançamento da Frente em Defesa da Previdência

Compartilhar por:
asas Deputado Luiz Carlos Motta se encontra com senador Paulo Paim durante o evento
asas Frente foi lançada no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados

 

O deputado federal Luiz Carlos Motta (PR-SP), presidente da Fecomerciários, participou hoje (20/3) do lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

Criada em 31 de maio de 2016, sob a coordenação do senador Paulo Paim (PT-RS) e do ex-deputado Arnaldo Faria de Sá (PP-SP), a Frente foi reinstalada tendo em vista a proposta da nova Previdência. O objetivo é "o enfrentamento propositivo à reforma da Previdência apresentada pelo atual governo". A Frente deverá apresentar uma proposta possa ser discutida como uma alternativa ao que o governo propôs.

Palestras

Além de parlamentares, o evento reuniu dirigentes de centrais sindicais e movimentos sociais para debater a PEC 06/2019. Entre os palestrantes, o presidente da Sociedade Brasileira de Previdência Social, o advogado José Pinto da Mota Filho, que abriu o seminário expondo as propostas do governo para a Previdência; o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, que falou sobre "A Previdência que o trabalhador precisa - princípios gerais - Trabalhadores CLT"; o consultor de entidades sindicais de servidores, Vladimir Nepomuceno, com o tema:" A expectativa para os trabalhadores no serviço público com as reformas propostas"; o professor e assessor jurídico da Contag, Evandro Morello, que expôs sobre a previdência dos trabalhadores rurais.

O evento encerrou com a participação do doutor em Ciência Econômica, mestre em Ciência Política e professor do Instituto de Economia da Unicamp, Eduardo Fagnani, com a palestra sobre "Reforma tributária solidária - Alternativa para preservar a seguridade social e promover a justiça fiscal".

Paim

"A reforma, como está, não interessa a ninguém a não ser ao mercado financeiro. O povo brasileiro não quer essa reforma porque o que está sendo proposto para a capitalização é o fim da Previdência. Ataca inclusive a seguridade. Queremos fortalecer a Constituição que defende um pacto social", afirmou o senador Paulo Paim (PT-RS), um dos coordenadores da Frente.

Para o senador, o texto enviado pelo governo "desmonta o projeto social" construído ao longo dos últimos anos no Brasil. "Ninguém fez um desmonte como esse", disse. Segundo Paim, integrantes da Frente viajarão por Estados nas próximas semanas para discutir a reforma da Previdência com lideranças locais.

Adesão

O lançamento da Frente Parlamentar durou o dia todo e já conta com mais de 170 assinaturas de deputados e de 27 senadores. A sua composição, no entanto, ainda não está definida porque quem quiser aderir ainda poderá fazê-lo.

Militares

Durante o evento, foi anunciada a presença do presidente Jair Bolsonaro, que entregou ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a proposta de reforma da aposentadoria dos militares.

1